No duelo de rubro-negros, Vitória vence e joga Sport no Z4

No duelo de rubro-negros na Ilha do Retiro, o Vitória levou a melhor sobre o Sport. Mais eficientes, os baianos fizeram 3 a 1 e jogaram os pernambucanos na zona de rebaixamento. 
As duas equipes somam oito pontos na tabela, mas o Leão da Ilha fica entre os quatro últimos por ter um saldo de gols pior que o Leão da Barra. 

Baianos mais eficientes

O Vitória poderia ter saído na frente do Sport logo de cara. Geferson teve boa oportunidade na área de marcar com dois minutos, mas mandou para fora. 
O Rubro-Negro da Ilha se recuperou do susto e passou a aparecer no campo de ataque com frequência. André chegou a ter um gol anulado por impedimento. Faltava ao time de Vanderlei Luxemburgo mais finalizações. 
O jogo do Rubro-Negro do Barradão, por outro lado, era mais eficiente. A equipe de Alexandre Gallo não deixava o rival criar muito e tinha espaço para os contragolpes. 
Os baianos abriram o placar depois de uma cobrança de escanteio na área. A bola seguiu viva, sem a defesa pernambucana afastar, e Uillian Correa pegou sobra de dividida entre Kanu e Magrão para mandar para a rede. 
Os visitantes tinham mais facilidade para criar chances de gol. Magrão fez duas boas defesas para evitar o segundo gol, mas o chute de canhota de Kanu não deu para o goleiro, que viu sua equipe ficar com uma desvantagem difícil de ser revertida. 
Diego Souza mudou o quadro pouco antes do intervalo. Após levantamento na área e desvio de Durval, o meia completou a bola para o fundo da rede e descontou. 

Sport volta mais ofensivo, mas Vitória mata o jogo

O Sport voltou com Thomás para a segunda etapa e era um time mais agressivo. Pelo alto, conseguiu as primeiras chances, mas não conseguiu o empate. 
O gol não saía, mas a pressão continuava. André recebeu de Patrick e teve boa oportunidade, mas mandou para fora. O atacante acabou substituído por Leandro Pereira. 
Na medida que a pressão aumentava, os pernambucanos se abriam mais. Os baianos aproveitaram para matar o jogo. Cleiton Xavier, um pouco adiantado, recebeu a bola e mandou para André Lima fazer 3 a 1. 
Os minutos restantes foram de reclamações da torcida. Vaias pintaram das arquibancadas, e nem Diego Souza escapou. Vida de Luxemburgo não será fácil. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.