Saiu na frente: Judô define Hamamatsu como base para aclimatação dos Jogos de Tóquio 2020


Um dos carros chefes brasileiros em termos de medalhas, o judô já tem uma casa para os Jogos de Tóquio 2020.

O Comitê Olímpico do Brasil e a Confederação Brasileira de Judô definiram a cidade de Hamamatsu com o base da equipe olímpica de judô para a aclimatação antes dos Jogos Olímpicos.

Uma delegação de 19 atletas, entre eles os medalhistas olímpicos Rafael Silva e Rafaela Silva, mais comissão técnica embarcou nesta terça-feira, 06, para a cidade japonesa com o objetivo de conhecer e fazer os primeiros testes nas instalações esportivas que atenderão à seleção no período pré-Jogos. A equipe chega à Hamamatsu no dia 08 e parte para treinamentos em Tóquio no dia 12 de junho.

A intenção da CBJ é manter a estratégia que deu certo nos Jogos de Londres 2012 e Rio 2016, quando a delegação se concentrou em Sheffield e Mangaratiba para os últimos treinamentos antes das disputas no tatame olímpico.

Uma das vantagens de Hamamatsu é que a cidade tem a maior comunidade brasileira no Japão. O lugar é conhecido dos gestores brasileiros. Em 2008, a delegação fez aclimatação para os Jogos de Pequim em Katsura e passou um final de semana em Hamamatsu a convite da própria cidade.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.