STJD interdita Serra Dourada após confusão em clássico goiano

O estádio Serra Dourada foi interditado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, em despacho desta quarta-feira. O motivo foi a confusão que ocorreu no local no fim de semana, durante o clássico entre Goiás e Vila Nova, pela Série B do Campeonato Brasileiro.
A Procuradoria fez o pedido de interdição, alegando que o “local da geral, interditada, mas de facílimo acesso, foi transformada em cenário de selvageria. Enquanto for possível, ou ao menos, fácil, o acesso à geral, não haverá segurança no estádio”.
Ao fim do clássico no último sábado, as duas torcidas entraram em confronto nas arquibancadas, em local que estava interditado, deixando feridos. Um torcedor do Esmeraldino foi morto, mas fora do Serra Dourada. Em nota oficial, o Vila Nova lamentou o ocorrido e garantiu que ajudará nas investigações.
Os clubes goianos também foram denunciados pelo STJD, sendo enquadrados nos artigos 191, inciso III (Deixar de cumprir o regulamento da competição), que prevê multa de R$ 10 mil a R$ 100 mil, e 213 (Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: I – desordens em sua praça de desporto), que também prevê multa nos mesmos valores.
O presidente do Tribunal, Ronaldo Piacente, condicionou a liberação do estádio a vistoria da Confederação Brasileira de Futebol, além da apresentação de laudos que comprovem a melhoria nas condições de segurança.
O próximo duelo previsto para o Serra Dourada estava marcado para o dia 7 de julho, quando o Goiás recebe o Luverdense, às 20h30 (de Brasília). Até lá, pode ser que o local esteja liberado. Caso contrário, o Esmeraldino terá que atuar em outro estádio.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.