Palmeiras vence na Arena Pernambuco e passa Sport no G6

Com gols de Bruno Henrique e Keno no primeiro tempo, o Palmeiras venceu o Sport na Arena Pernambuco, diante de mais de 40 mil torcedores, para passar o rival na tabela. 
Porco e Leão trocam de posições no G6. O Alviverde sobe para quinto lugar, com 26 pontos, enquanto o Rubro-Negro, em sexto com 24, ainda pode ser ultrapassado na rodada por outros rivais e pode deixar o grupo. 

Luxemburgo não conseguiu conter lado direito palmeirense

Vanderlei Luxemburgo optou por uma dobradinha na esquerda, com Sander na lateral e Mena um pouco adiantado. Tudo pelo forte lado direito palmeirense. 
Só que a primeira chance do jogo aconteceu exatamente no lado direito de ataque dos visitantes. A bola acabou ficando na área para Jean, que mandou no lado de fora da rede. 
Após outra chegada pela direita, Bruno Henrique mandou para Mayke, que achou Jean no meio. O meia levou para a perna direita e mandou arremate perigoso. 
O Sport só foi começar a jogar depois dos 15 minutos. O time, enfim, conseguiu sair da defesa e deixou o jogo mais veloz e mais aberto. Foram alguns minutos de pressão, sem grandes ameaças. 
Logo quando o jogo parecia ficar morno, o Porco chegou ao gol. Após cobrança de escanteio da direita, Bruno Henrique desviou na primeira trave e a bola ainda tocou na zaga pernambucana antes de entrar. 
O Alviverde se aproveitou de um rival desorganizado e aberto para fazer o segundo ainda no primeiro tempo. Bruno Henrique enfiou linda bola para Keno, que avançou e bateu na saída de Agenor para marcar. 

Diego Souza ameaça, mas Sport não reage

No segundo tempo, Luxemburgo abriu mão de ter Sander e Mena pela canhota. Tirou o primeiro e recuou o segundo, colocando Rogério como mais uma opção ofensiva. 
Quem quase marcou foi Diego Souza. Em bela cobrança de falta, o meia mandou a bola no travessão. No rebote, André mandou de cabeça para fora. 
O Palmeiras não deixava o rival pressionar por muito tempo. Sempre que se sentia muito ameaçado, buscava ganhar alguns minutos ou com algum jogador pedindo atendimento ou tocando a bola. 
Keno quase acabou de vez com as chances do adversário. O atacante recebeu de Erik na área, mas Agenor foi gigante e pegou a primeira tentativa e o rebote. 
Nem com a sobrevida dada por Agenor, o Leão conseguiu reagir. A experiência do time de Cuca ajudou a levar três pontos para São Paulo. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.