Presidente do Colón diz que rechaçou duas propostas do Atlético pelo zagueiro Conti: 'Parece uma equipe pouco séria'



O zagueiro Germán Conti, de 23 anos, está mais distante do Atlético. Pelo menos é isso o que garante o presidente do Colón, José Vignatti. Segundo o mandatário da equipe argentina, duas propostaIrritado com as ofertas abaixo do esperado, Vignatti não mediu palavras ao falar do Atlético. “Já foram rechaçadas (as ofertas). As propostas não agradaram, uma pior que a outra. Parece uma equipe pouco séria”, disse, em entrevista ao Superesportes nesta terça-feira. O presidente, entretanto, não revelou o valor das ofertas alvinegras.
O Atlético informou que não comenta especulações. A assessoria de imprensa ainda disse que o clube não vai rebater a declaração do presidente do clube argentino.

Segundo a mídia portenha, Conti é um dos defensores mais promissores do futebol argentino. O canal TyC Sports chegou a noticiar que o acordo entre Atlético e o Colón estava próximo. A multa rescisória dele gira em torno de US$ 3,5 milhões (aproximadamente R$ 11,5 milhões).



A informação da emissora é que o obstáculo está na forma de pagamento. O Colón quer que o valor seja depositado em apenas uma parcela, mas o clube alvinegro pretende dividir a quantia.s do clube alvinegro já for
Parceiro fora da jogada
O orçamento aprovado pelo Conselho Deliberativo prevê que o Atlético gaste ‘apenas’ R$ 10 milhões em contratações na temporada 2018. O valor é considerado baixo, especialmente por conta da procura do clube alvinegro por jovens zagueiros no futebol sul-americano.

Uma das possibilidades seria contar com o auxílio do Sports BR1, fundo de investimentos que pertence ao grupo BMG - banco cujo presidente é Ricardo Guimarães, conselheiro, ex-mandatário e grande parceiro financeiro do Atlético.

Consultor esportivo da empresa, Hissa Elias Moysés negou a possibilidade de o fundo auxiliar o clube alvinegro na contratação de um zagueiro.

“Não existe nenhuma possibilidade do fundo de investimentos participar de compra de zagueiros para o Atlético. Já temos o Bremmer e o Matheus Mancini no clube. Um ‘mataria’ o outro”, garantiu ao Superesportes.



Aceite do jogador
Germán Conti, em entrevista ao Superesportes no dia 13 de dezembro, disse que via com bons olhos a transferência ao Brasil. "Sim, a possibilidade (de se transferir para o Atlético) é real. Depende de o Atlético chegar a um acordo com o Colón. Eu fiquei contente por conta do modo como me trataram. Vamos ver como se resolve", afirmou o zagueiro.

Conti se destaca pela boa estatura (1,93m) e tem chamado atenção de jornalistas locais por conta da qualidade técnica. O zagueiro chegou ao Colón em 2013 e permanece no clube até o momento. Ele é um dos pilares do time e disputou todos os 12 jogos do Campeonato Argentino. Nesse período, marcou um gol e recebeu quatro cartões amarelos.

Conti quase deixou o Colón para se transferir para o Zenit, da Rússia. Segundo a imprensa argentina, o clube local recusou uma proposta de 4 milhões de euros (R$ 15,6 milhões na cotação atual) - valor superior ao que o Atlético conseguiria pagar. O jogador também tem mercado no país em que atua. Recentemente, o River Plate - semifinalista da Libertadores - demonstrou interesse no zagueiro.


Quem é Conti
Germán Andrés Conti é uma das grandes promessas do futebol argentino para a zaga. Apesar da pouca idade, é o capitão do Colón. Ele é um dos destaques do time na boa campanha no Campeonato Argentino até aqui. A equipe foi liberada para as férias na sétima colocação do torneio.



Ele é o líder da competição nacional em número de rebatidas (114) e em interceptações (62). A boa estatura faz com que Conti seja uma boa opção no jogo aéreo. De acordo com dados do site oficial do Colón, o defensor pesa 80kg. Natural da Ciudad de Santa Fe, o zagueiro nasceu em 3 de junho de 1994.aam rechaçadas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.