Camacho é desfalque contra o Itabaiana, mas Náutico deve contar com Wallace e Hygor



O que era suspeita se confirmou. Com uma lesão ligamentar no tornozelo esquerdo apontada por um exame de imagem, o zagueiro Camacho está de fora da partida do próximo sábado, contra o Itabaiana, na Arena de Pernambuco, pela volta da seletiva da Copa do Nordeste. O defensor, que precisou ser substituído aos 16 minutos do primeiro tempo da partida de ida, ainda fará novos exames para se precisar um tempo de recuperação. Camutanga é o principal pos"Camacho teve uma lesão ligamentar maior. Vamos fazer exames de radiografia para avaliar a parte óssea e ter uma previsão melhor do tempo de afastamento. Para o jogo de sábado, ele está fora", destacou o médico alvirrubro João Bosco.


A boa notícia ficou por conta dos outros dois jogadores que também sofreram entorses no primeiro jogo contra o Itabaiana. Tanto o volante Hygor, quanto o meia Wallace Pernambucano deverão entrar em campo no próximo sábado, sem problemas.


"O Wallace está liberado. Já o Hygor tem uma grande possibilidade de jogar. Se a partida fosse hoje dificilmente ele poderia entrar em campo. Mas como o jogo é sábado vamos avaliar diariamente para ver a situação dele", pontuou.


Outros lesionados
Com relação a outros jogadores que estão entregue ao departamento médico, também há boas e más notícias. O lado positivo fica por conta do atacante Rafael Assis, recuperado de uma lesão muscular na coxa esquerda e que já voltará a treinar normalmente com o elenco nesta quinta-feira, podendo ficar, inclusive, à disposição do técnico Roberto Fernandes para sábado.


Já o lateral-direito Bryan, que já chegou ao Náutico com uma lesão no músculo psoas, responsável por dar estabilidade ao corpo humano, iniciou a fase de transição com o departamento físico.


"Estamos indo um pouco mais devagar com o Bryan. Mas ele já está fazendo trabalho recreativo de campo e não está tendo queixa. Porém, ainda sente um pouco de dor em alguns movimentos. Estamos avaliando melhor a melhora dele para evitar um retorno ao departamento médico", pontuou João Bosco.



A notícia negativa ficou por conta do volante prata da casa Cal Rodrigues, que sofreu uma lesão grau um no ligamento colateral medial do joelho direito e com isso deve passar de três a quatro semanas afastado das atividades.tulante ao posto em aberto.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.