Usina de talentos: Copa São Paulo de Futebol Júnior começa nesta terça-feira

Com a maioria dos clubes brasileiros vivendo dificuldades financeiras, revelar atletas da base se tornou o primeiro passo para que eles reforcem o caixa por meio das vendas no país ou no exterior. Por isso, as competições de categorias de formação são acompanhadas por muitos olheiros, que tentam garimpar talentos pelo Brasil afora. Na abertura do calendário do futebol nacional em 2018, a Copa São Paulo de Juniores, que começa nesta terça-feira e conta com a participação de 128 times, surge como oportunidade ideal para os garotos mostrarem suas virtudes e chamarem a atenção dos times principais ou de empresários.

Minas será representada por América, Atlético, Cruzeiro e Araxá e vai em busca do sexto título do torneio. Campeão em 1996, o Coelho será o primeiro a estrear, contra o Remo, nesta quarta-feira, no Canindé. O Grupo 32 tem ainda Portuguesa e Teixeira de Freitas. No mesmo dia, o Ganso, representante do interior, vai encarar a Francana, em Franca, pelo Grupo 9. Depois, a equipe enfrenta Chapecoense e Ponte Preta.

Galo e Raposa chegam motivados após conquistarem títulos importantes no ano passado. Campeão da Copa do Brasil Sub-20, o time alvinegro busca o tetracampeonato (venceu em 1975, 1976 e 1983) e vai estrear quinta-feira contra o Fast, em Osasco, pelo Grupo 23, que tem também Audax-SP e Rio Branco-ES. A Raposa, que ganhou o Brasileiro Sub-20 e, posteriormente, a Supercopa em cima do próprio Atlético em 2017, também estreia quinta-feira, contra o Batatais, em Bebedouro, pelo Grupo 12. Inter de Bebedouro e Nova Iguaçu completam a chave.

O Galinho disputará a Copinha sem seu principal jogador, o armador Danielzinho, que sofreu ruptura de ligamento no joelho esquerdo. Antes, havia ficado sem o armador Marco Túlio, promovido aos profissionais. Os principais destaques do grupo comandado por Ricardo Resende são o zagueiro Ruan e o atacante Welinton, campeões da Copa do Brasil em 2017. Vários atletas do time sub-17 jogarão a competição. É o caso do zagueiro Matheus Stockl: “É minha primeira Copa São Paulo. A gente vem se preparando durante todo o ano e sempre acabando as competições entre os melhores. Foram vários títulos e vejo nosso time como um dos favoritos”.

O Cruzeiro também terá uma formação renovada. Os mais conhecidos são o goleiro Gabriel Brazão, com passagem pela Seleção Brasileira Sub-17 e eleito o melhor do último Mundial, e o lateral Vitinho, que vêm sendo observados pelo técnico Mano Menezes. “É uma disputa das mais tradicionais do sub-20, tem um glamour especial. As atenções ficam todas voltadas para a competição, porque o calendário do profissional está em pré-temporada”, ressalta o técnico do Cruzeiro Sub-20, Emerson Ávila.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.