Técnico Júnior Rocha elogia postura do elenco e diz que time está com a 'cara do Santa Cruz'


Há dez jogos sem saber o que é perder na temporada, o técnico Júnior Rocha está satisfeito com o momento que vive o Santa Cruz. Apesar disso, faz questão de repetir sempre o mantra de que a equipe "ainda não está no ideal" e que "vai melhorar muito ainda, vocês vão ver". O certo é que, no auge ou não, a equipe que vem em processo de evolução tem agradado. A ponto de o treinador dizer que o time já está com "a cara do Santa Cruz" e projetar os comandados aptos a enfrentar qualquer equipe do país.

"Não é demagogia nenhuma, mas o nosso time hoje está a cara do Santa Cruz, da torcida. É alma mesmo, é garra, é competitividade. A gente sabe da nossas limitações, mas estamos esquecendo elas. Estamos colocando a competitividade acima de tudo. A entrega. Hoje no futebol é muito importante a organização e a entrega. Vou falar uma coisa para vocês: se a gente tiver uma equipe bem organizada e uma entrega como estamos tendo, a gente joga contra qualquer equipe do Brasil", afirmou.

De olho no próximo adversário, o Sport, às 21h45 da próxima quarta-feira, na Ilha do Retiro, Júnior Rocha voltou a elogiar o rival. "O Sport é muito forte. Vou sempre repetir isto: é uma equipe de Série A, com uma folha que perto da nossa é absurdamente maior. Mas é o que sempre digo. Só isso não resolve, com todo respeito", disse. 

O treinador coral tem evitado apontar favoritos para o jogo único que definirá uma vaga nas semifinais do Campeonato Pernambucano. "O Sport é sempre um time muito forte. Eles podem ter aí os retornos de Rogério, do Felipe Bastos... E vamos com a humildade de sempre. Eles sabem a forma que a gente joga e a gente sabe como eles jogam. Não tem favorito. A gente sabe que eles levam vantagem em vários aspectos, mas podem esperar um grande jogo", pontuou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.