Tite revela Dedé entre os 35 e manda recado para 'excluídos'


Ao convocar os 23 jogadores que defenderão o Brasil na Copa do MundoTite revelou uma surpresa: o zagueiro Dedé, do Cruzeiro, que nunca foi convocado pelo treinador, está na lista de 35 nomes, podendo ser chamado em caso de lesão. O comandante da Seleção quebrou suas próprias regras e reservou alguns minutos para elogiar o zagueiro, que vive excelente fase após anos sofrendo com lesões.

"Na lista dos 35 tem atletas que nunca foram convocados, mas que estamos acompanhando. E vou falar um que merece: Dedé do Cruzeiro merece, tu mereces por todo o trabalho que realizou de superar, me identifico com ele. Vou fazer essa inconfidência. Todos os problemas que passou, de ficar fora, de encontrar clube, uma família e voltar em alto nível. Ele faz merecedor de quebrar essa...me perdoem os colegas de comissão técnica", afirmou.

Outros jogadores que acabaram ficando de fora da lista dos 23 também receberam recados de Tite, que procurou explicar seus critérios e concordou que jogadores merecedores podem ter ficado de fora.

"Tive (dor de cabeça). Em relação à lateral deixar o Alex Sandro fora. Não sinto prazer, tenho uma referência e uma gratidão", disse, mandando um recado ao lateral da Juventus, que perdeu a disputa com Filipe Luís para ser reserva de Marcelo.

"Humanamente vai acontecer. Se pegar todos os técnicos brasileiros, não teria consenso. Não quero e não tenho a pretensão de ser consenso e de colocar desta forma. Concordar ou não é do livre arbítrio, é do feeling, da sensibilidade, é da ideia de futebol que a gente pensa ser melhor. Quero um time mais alto porque vai ter jogadores de bola parada alta. As minhas e vão acabar acontecendo com algumas injustiças, e opiniões se respeitam", completou, ao ser perguntado sobre a ausência do volante Arthur, do Grêmio.

Emoção de Dedé

Único nome da lista dos 13 suplentes revelado por Tite, Dedé se emocionou ao conceder entrevista coletiva minutos depois do pronunciamento de Tite. O zagueiro do Cruzeiro, que voltou a jogar em alto nível após praticamente três anos batalhando contra lesões, chorou e agradeceu ao treinador da Seleção Brasileira.

"Estou muito feliz, chegou a me emocionar. O Tite é um ser humano maravilhoso, tem um coração diferenciado por ter me citado. Não só pelo futebol, mas por tudo que eu passei durante esses três anos. É difícil até de comentar, estou passando por um momento especial na minha carreira", comentou o defensor do Cruzeiro.

"Sei que muitos estão felizes com esse momento da minha vida. Tenho que agradecer a Deus e à Nossa Senhora pelo dia de hoje. Tinha tempo que eu não me sentia tão contente em um momento tão especial", completou Dedé.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.